Notícias

Vereadores debatem funcionamento de supermercados e atacadistas

30/03/2021 13:01 113
reunião contou com representantes do segmento

Vereadores debatem funcionamento de supermercados e atacadistas

Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, 30/03/2021. Foi realizada, na manhã desta terça-feira, 30, no plenário da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, uma reunião entre os vereadores e representantes dos supermercados e atacadistas, para discutirem sobre as restrições impostas ao setor no combate à Covid-19.

Atualmente, em Aparecida de Goiânia, funciona o sistema de isolamento social intermitente, no qual a cidade foi dividida  em 10 macrozonas, com quatro macrozonas fechando duas vezes de segunda a sexta-feira.

O Presidente da Casa, vereador André Fortaleza, abriu os trabalhos afirmando que o Poder Legislativo não está omisso em relação aos problemas enfrentados por todos os setores comerciais e que estará sempre aberto a debater e buscar soluções que amenizem as dificuldades. 

Em seguida, André apresentou um documento elaborado pelos representantes dos supermercados e atacadistas que propõe a exclusão da categoria do escalonamento, mantendo-os funcionando todos os dias. 

Na proposta,  além de ressaltar o caráter essencial do setor, apresentou dados e fotos que indicam que, ao contrário do objetivo buscado, o sistema de escalonamento tem aumentado as aglomerações, uma vez que, ao diminuir o período de abertura do segmento, acaba concentrando o fluxo nos dias em que estarão abertos. Além disso, pontua que no funcionamento anterior ao escalonamento os supermercados e congêneres geravam menos aglomerações e consequentemente menor disseminação do vírus.

Por fim, o material também relacionava todas as medidas adotadas desde o início da pandemia que permitiria ao setor continuar funcionando durante toda a semana, como: uso obrigatório de máscaras, aferição da temperatura corporal, disponibilização de álcool em gel e obrigatoriedade do uso, limpeza frequente de carrinhos e cestas, controle rigoroso de entrada, faixas demarcatórias de espaço, treinamento e orientação rigorosa dos colaboradores para ajustar às novas regras, limpeza triplicada dos espaços e superfícies, atendimento ao público por senha nos açougues e padarias, proteção de acrílico nos check-outs e flexibilização das regras para afastamento dos funcionários que apresentem qualquer sintoma relacionado ao coronavirus.

O vereador Marcos Miranda defendeu o sistema adotado pela Prefeitura, no entanto frisou que o setor poderia ser uma exceção

“Defendo o escalonamento pois, com certeza, a Secretaria Municipal de Saúde tem estudos para basear as decisões que tem tomado e os números mostram que tem dado certo, porém acredito que nesse quesito dos supermercados tem toda uma situação gerada com o fechamento desse tipo de empreendimento. Primeiro, a aglomeração que gera nos demais que estão abertos; depois, os alimentos perecíveis que ali se encontram, acabam por passar do prazo de validade, consequentemente, além do desperdício, vem o aumento do valor dos produtos”, atentou Miranda.

A reunião também contou com a participação do Deputado Federal, Glaustin da Fokus, que sugeriu que seja feito apenas um modelo para os municípios de Aparecida de Goiânia e Goiânia. 

“Quando os supermercados de uma região estão fechados, a população vai a outro, até mesmo em casos que a diferença é de apenas uma rua, o que causa aglomeração. Por isso, estamos aqui para solicitar que seja analisado com bom senso a abertura diária dos supermercados, ficando fora do escalonamento do município devido a sua essencialidade”, pontuou Glaustin.

Em seguida, André Fortaleza advertiu que a situação poderia ser amenizada se houvesse uma maior adesão da população às regras impostas durante a pandemia, pois se todos tivessem a consciência de se deslocarem de suas casas apenas em situações essenciais, talvez os comércios não precisassem fechar em algum momento.

O Presidente da Câmara ainda declarou que levará a proposta apresentada hoje na próxima reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Aparecida de Goiânia, o que foi endossado pelo vereador Hans Miller, que inclusive sugeriu a confecção de um documento assinado pelos vereadores que demonstre posicionamento favorável ao pedido do segmento.

Departamento de Comunicação (3283-2525)
Diretora de Comunicação – Thaís Vaz
Assessor de Comunicação - Paulo Ferreira
Operador de vídeo - Luciano Oliveira Lima
Fotógrafo – Marcelo Silva