Notícias

Vereadores debatem fechamento da maternidade Marlene Teixeira

10/05/2022 11:30 51
Parlamentares reclamaram que não foram informados do processo

Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, 10/05/2022. Durante o expediente para debates da sessão ordinária desta terça-feira, 10, o vereador Willian Panda (PSB) trouxe à tona o fato do iminente fechamento da Maternidade Marlene Teixeira.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a Maternidade será desativada e transformada em um Centro de Atendimento Especializado à Mulher.

Panda falou sobre os sérios problemas que a maternidade sempre enfrentou, mas questionou se transferir totalmente a maternidade para o hospital Garavelo seria o mais correto. Ele apontou que fechar totalmente uma unidade de saúde sem maiores debates com a sociedade é muito complexo.

O vereador ainda alertou sobre o problema de colocá-la em um hospital que só pensa no lucro e lamentou o assunto não ter sido debatido mais profundamente em audiências públicas. 

"Me preocupa muito não ter uma maternidade municipal pública", advertiu Panda.

Os vereadores Fábio Ideal (PP) e Gleison Flávio (MDB), que são da região do Garavelo, garantiram que o atendimento do hospital do bairro melhorou bastante. Eles convidaram os demais vereadores a visitarem a unidade para acompanhar as melhorias.

Apesar da iminência da mudança, Willian Panda garantiu que ainda tentará organizar uma audiência para debater o tema.

Em sua fala, o vereador Gilsão (MDB) reclamou da falta de esclarecimentos sobre a mudança, o que foi acompanhado pelo Presidente da Casa, vereador André Fortaleza (MDB), que também afirmou não ter recebido nenhuma informação sobre o assunto.

"É um absurdo. Tínhamos que ser ao menos comunicados", reclamou o Presidente.

André Fortaleza classificou como um erro a decisão ter sido tomada sem incluir ao menos a Comissão de Saúde da Câmara nas discussões. 

Pegando gancho na fala de Fortaleza, o Presidente da Comissão de saúde, vereador Marcelo da Saúde (PSC), disse que buscará uma agenda com o Secretário Municipal de Saúde, Alessandro Magalhães, com intuito de organizar audiência pública para tratar sobre as questões discutidas na sessão.

Já o vereador Isaac Martins propôs aos demais pares que aproveitem as eleições deste ano para cobrarem de seus candidatos emendas parlamentares que sejam especificamente direcionadas a construção de uma maternidade municipal.

Departamento de Comunicação (3283-2525)
Diretora de Comunicação – Thaís Vaz
Assessor de Comunicação - Paulo Cavalcanti
Operador de vídeo - Luciano Oliveira Lima
Estagiária – Sara Maria Tavares
Fotógrafo – Marcelo Silva